RSS

Verdades sobre você e Eu

Se escrevo sobre mim, qualquer detalhe ou mancha no papel, deixa

 registros da minha personalidade, confusa, um pouco deturbada.

Mas de fato, isso não prova nada, pois é só um leve resquício da  minha verdade.

Porém, se escrevo soabre você, te vejo tão clara quanto um espelho em um quarto branco.

Eu sei que é um molde, uma ilusão que me fez  acreditar ser verdade, mesmo assim, ela me satisfaz…acreditar na mentira de um verdadeiro (mas inventado) você.

 
Deixe um comentário

Publicado por em junho 27, 2012 em Textos

 

Tags: ,

Imagem

Era uma vez, em um mundo paralelo, talvez.

Era uma vez, em um mundo paralelo, talvez.

He said: I don’t know, what i do now?

And She Said: Even do i, don’t follow my footsteps i’m Lost too.

And then, he said: Don’t worry, i don’t go follow yours steps, because i’m not your shadow, i can walk by my own legs. I’ve done that before.

And then, the love is over.

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 15, 2012 em Textos

 
Imagem

Olhar ou ver?

Olhar ou ver?

Diferentes olhares mostram as inúmeras versatilidades de uma beleza esquecida, por que até o belo visto muitas vezes da mesma ótica torna-se cansativo.

Mais fotos em: http://www.flickr.com/photos/39947092@N03 – Paulo Magoo

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 12, 2012 em Textos

 

O que você busca se não a vontade de ser você plenamente?

Quando eu não lhe sou mais suficiente,

Quando a situação não mais é acalentadora,

Quando as ideias  a muito já são as mesmas

Quando deveriam ser outras.

É que desististes, mas não por que não ama mais a mim, ou a nós,

mas sim não ama mais a ideia do “Pra sempre”.

Anceia por um incerto, um futuro não planeja, uma chance de se machucar…E rir depois.

Mas vais cansar também, quando perceber que o que é concreto (Nós), é melhor do que

o abstrato, como grãos nas mãos, abertas no vento.

Quando eu voltar a lhe bastar, pode ser que não queiras mais,

e aconteça de eu ser suficiente para mim…e você?

Se tornar meras lembranças, de etapas, das quais:

Sorrimos, quando superamos e choramos quando nos perdemos.

Pois já nos amamos, ou será que “Ele” ainda persiste?

Você não saberá, pois desistiu de tentar.

Lutar pelo que se deseja é admirável e é certo que alguns serão feridos em tal processo.

Sendo assim, tenha certeza de não precisar voltar atrás, por que quando olhar por cima dos

ombros pode não ver a mesma imagem que estava familiarizada, ou pior pode não ver nada.

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 12, 2012 em Textos

 

Uma Releitura

Com a luz dos olhos teus

Me guio pelo inalcansável

me lanço na escuridão

com a certeza de encontrar o outro lado.

Com a luz dos olhos teus

Eu fecho os olhos meus.

Porque mesmo sem eles,

eu vejo, me vejo, através dos teus

Mas se um dia,

a luz dos teus não mais brilhar,

E tudo parecer mais apático,

Dos meus eu abro mão.

Só para ter um último vislumbre,

da luz dos olhos teus mais uma vez.

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 12, 2012 em Textos

 

Tags: , ,

Mensagem Clichê

Viva intensamente

Se apaixone frequentemente

Ame apenas alguns…

mas Loucamente.

Viva intensamente

Aproveite as amizades como se todas,

fossem durar eternamente

As vezes diga sim, mas não sorria falsamente.

Viva intensamente

Chore sempre que possível

Grite e extravase por vezes em qualquer dia.

Não se prenda ao que só te prejudica.
Aproveite e celebre a blz da vida.

Pra que cravado em sua lápide

Um epitáfio mais ou menos assim te defina:

“Ele viveu intensamente, sorriu, chorou e amou.

Foi feliz, bastou…”

 
1 comentário

Publicado por em fevereiro 8, 2011 em Textos

 

Historinhas

“História da carochinha”, “história p’ra boi dormir”, contos, lendas, fábulas, “lorotas”, todas são formas de contar histórias de uma maneira diferente, ludibriando a atenção, focando no fantástico, no surreal.

 

A categoria “historinhas” inaugura o Tudo Inventado e terá a função de desmascarar, ou de encobrir, de falar a verdade ou mentir, sobre um assunto, enfim, histórinhas é exatamente como o título sugere e como se pronúncia (com tom de deboche e ironia).

 

Me reponda: O que já não foi inimaginável em uma época e hoje faz parte constante do nosso cotidiano? Todas as grandes invenções partiram de sonhos muitas vezes loucos, de vontades mal compreendidas, de atos mal interpretados. Como seria a sua vida se por alguma razão algo essencial para você nunca houvesse sido inventado? E se Edson resolvesse ficar na esbórnia? E se Grahan Bell resolve que iria ser marinheiro?

 

Como você enfrentaria o mundo diante dessas adversidades?

 

Pois muito bem, é isso que será proposto aqui no “Histórinhas”

 

__ Como seria sua vida se algo essencial não existisse?

 

Lendas sobre celular. Levantando alguns pontos

 

Era uma vez uma guerra e uma atriz austríaca que solucionou o problema de comunicação da marinha dos EUA, dando origem ao conceito de comunicação chamado de tecnologia móvel (1940).

O primeiro celular foi lançado pela Ericsson em 1956 e pesava 40 Kg, dali em diante os aparelhos evoluíram, o peso diminuiu consideravelmente (N345 Light da Samsung pesa 75 gramas) e as funções acumularam, tornando esse incrível eletrônico em algo indispensável para maio ou menos 1.74 bilhão de pessoas.

 

Então, como seria a sua vida se essa maravilha da engenhosidade humana não existisse?

 

Uso

 

Benefícios

Malefícios

  • Possibilita a comunicação com qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo.
  • Pode derrubar um avião no momento de decolagem e aterrissagem.
  • Tem um sistema de mensagens rápidas que facilitam a comunicação em momentos que falar não é uma opção válida. Chamado SMS
  • Pode Causar Câncer. (será?)
  • Com o passar dos anos as funções foram acumulando e muitos aplicativos (distrações) foram inventadas.
  • Reza um lenda de que o uso de celulares em postos de gasolina pode causar uma explosão.
  • Muitos artistas (Musica) ficaram inspirados com a invenção e criaram obras marcantes para a vida de muitos. Como o Hit do Casseta e Planeta “Liga Pra mim”
  • Esses “gênios” da música nunca teriam criado suas geniais obras
  • Em países de desenvolvidos como o Japão, o celular substitui funções básica como: a Chave de casa, o cartão de crédito entre outras.
  • Se não existisse o celular, você ainda usaria a chave de metal e o cartão magnético até hoje (quê? Você ainda usa? Puta falta de Sacanagem). Em compensação, se for roubado perderá tudo de uma só vez, são 15 coelhos com uma única cajadada para o ladrão. Adeus chave, cartão, máquina fotográfica e filmadora, gravador de voz, adeus vida…

 

Após toda essa sublime exposição de fatos, a qual veredicto chegamos, o celular faria falta na sua vida? Ou você continuaria a vivê-la sem se preocupar, correndo para orelhões, mandando correio elegante, telegrafo ou cartas?

Espero que tenham gostado.

 

 

 

 
2 Comentários

Publicado por em fevereiro 3, 2011 em Textos